Card image
Fórmula E
Bird bate Vergne e é pole do ePrix de Marrakesh de Fórmula E

3 Minutos de leitura

  • Publicado: 12/01/2019
  • Atualizado: 12/01/2019 às 10:19
  • Por: Leonardo Marson

Sam Bird conquistou na manhã deste sábado (12) a pole position para o ePrix de Marrakesh, segunda etapa da temporada 2018/2019 da Fórmula E. O inglês dominou completamente a classificação realizada no Marrocos, liderando as duas fases da tomada de tempos, marcando na superpole 1min17s489 com o carro da Virgin. O resultado representa a quinta pole do terceiro colocado da última temporada da categoria dos carros elétricos.

LEIA MAIS:
Evans aparece no fim e lidera segundo treino em Marrakesh
Frinjs lidera primeiros treino da Fórmula E em Marrakesh
Max Verstappen será comissário no ePrix de Marrakesh

Em uma repetição da disputa pelo título do campeonato passado, a segunda posição ficou com Jean-Eric Vergne, piloto da Techeetah que acabou superado em 0s046 por Bird. A segunda fila contará com António Félix da Costa, líder do campeonato e piloto da BMW Andretti, e Sébastien Buemi, da Nissan e.Dams. Alexander Sims partirá do quinto lugar, enquanto Mitch Evans fecha a lista dos seis primeiros.

Entre os pilotos que não se classificaram para a disputa da pole position, o melhor foi Pascal Wehrlein, alemão que faz sua estreia na categoria dos carros elétricos neste final de semana, e que partirá em sétimo com a Mahindra. Robin Frinjs, mais rápido do segundo treino livre, parte em oitavo com a Virgin, enquanto Nelsinho Piquet, da Jaguar, parte em nono. O grupo dos dez primeiros foi completado por Jérôme D’Ambrosio, da Mahindra.

Sofrendo com problemas ao longo do dia com a bomba de água de sua Audi Sports, Lucas di Grassi teve um desempenho aquém do esperado na classificação, e garantiu apenas a 11ª colocação no grid de largada. Já Felipe Massa, que faz sua segunda participação na Fórmula E defendendo a Venturi, largará da 15ª colocação na etapa marroquina.

O ePrix de Marrakesh da Fórmula E será disputado neste sábado, a partir das 13h, com transmissão dos canais Fox Sports.

Confira como foi a classificação

Grupo 1: António Félix da Costa, Jean-Eric Vergne, Mitch Evans, Jérôme D’Ambrosio e Andre Lotterer

Os pilotos do primeiro grupo optaram por partir para apenas uma volta rápida, e gastaram boa parte dos seis minutos que tinham nos boxes. Quando finalmente foram à pista, prevaleceu Da Costa, que marcou 1min17s950, sendo o único a andar abaixo da casa de 1min18s. Vergne foi o segundo, enquanto Evans passou em terceiro. D’Ambrosio passou em quarto, enquanto Lotterer, que cometeu um erro, foi o mais lento.

Grupo 2: Sébastien Buemi, Oliver Rowland, Daniel Abt, Lucas di Grassi, Nelsinho Piquet

Assim como o primeiro grupo, os pilotos do Grupo 2 demoraram de ir para a pista. Quando partiram, o que se viu foi Buemi tomar a primeira colocação de Da Costa ao marcar 1min17s906. Piquet se colocou no grupo dos seis primeiros, enquanto Di Grassi, que sofre com problemas na bomba d’água desde os treinos lívres, Rowland e Abt foram eliminados.

Grupo 3: Sam Bird, Robin Frinjs, Tom Dillmann, Max Günther, Stoffel Vandoorne, Oliver Turvey

Os pilotos da Virgin foram à pista logo que a janela de seis minutos foi aberta, e o que se viu foi Bird tomar a primeira colocação, anotando 1min17s851. Frinjs também se colocou entre os classificados, enquanto Turvey, Dillmann foram eliminados. Günther acertou o muro, enquanto Vandoorne teve problemas em seu carro. No retorno aos boxes, Dillmann acertou a traseira do carro de Frinjs.

Grupo 4: José María López, Gary Paffett, Felipe Massa, Alexander Sims, Edoardo Mortara, Pascal Wehrlein

Os pilotos foram à pista logo que a bandeira verde foi acionada, e Sims se colocou na terceira posição, garantindo a classificação para a superpole e, de quebra, tirando Wehrlein da disputa pela posição de honra. López, Massa, Mortara e Paffett também foram eliminados.

Superpole: Mitch Evans, Jean-Eric Vergne, António Félix da Costa, Alexander Sims, Sébastien Buemi e Sam Bird

A definição da pole position começou com Evans indo à pista – e rodando. Na sequência, Vergne fez sua volta e marcou 1min17s535, e manteve a liderança após Da Costa ser 0s091 mais lento. Sims foi à pista na sequência, mas não ameaçou o tempo do atual campeão. Buemi começou bem sua volta, mas também não foi capaz de brigar com o piloto da DS Techeetah. Aí apareceu Bird, que em uma ótima volta, anotou 1min17s489, garantindo a pole.

Foto: FIA Formula E