Card image
Competições
Haas não participa de testes da F1 na Hungria

1 Minuto de leitura

  • Publicado: 20/07/2018
  • Atualizado: 27/03/2019 às 9:48
  • Por: Leonardo Marson

A Haas optou por não participar dos testes da Fórmula 1, marcados para os dias 31 de julho e primeiro de agosto, no circuito de Hungaroring, na Hungria. De acordo com Gunther Steiner, chefe da equipe americana, o time optou por realizar um trabalho de análise de dados nas fábricas do time em Kannapolis, nos Estados Unidos, e Banbury, na Inglaterra.

LEIA MAIS:
Verstappen bate recorde e lidera TL2 em Hockenheim
Ricciardo supera Hamilton e lidera TL1 na Alemanha
Ricciardo perde posições no grid na Alemanha
Mercedes renova contrato com Bottas e fecha dupla para 2019

“Em vez de participar dos testes na Hungria, a Haas está aproveitando o tempo para analisar os dados que recebeu de seu recente teste de pneus da Pirelli em Silverstone, de GPs passados e de nosso trabalho com simuladores”, disse Steiner, através de um comunicado emitido pela Haas.

“Somando os dados que nossos pilotos acumularam, que é diretamente aplicável aos estilos de pilotagem nos nossos carros, e a sequência de cinco corridas em seis semanas, determinamos que seria melhor passar esse tempo na fábrica”, completou o dirigente.

A atitude da Haas não é comum na atual Fórmula 1. Como os testes são limitados durante a temporada, as equipes optam sempre por participar das atividades. Apesar de o time não atrelar a decisão com a dispensa de Santino Ferrucci, seu piloto de desenvolvimento, da equipe Trident de Fórmula 2, o americano era um favorito a participar dos testes.

Existem quatro dias de testes durante a temporada da Fórmula 1, e o regulamento exige que pilotos que disputaram, no máximo, uma corrida, participem de dois dias de ação de pista. Romain Grosjean e Kevin Magnussen já testaram neste ano.

Foto: Haas