Card image
Formula 1
Sainz afirma que “tentou de tudo” para ultrapassar Verstappen no Canadá

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 20/06/2022
  • Atualizado: 20/06/2022 às 13:45
  • Por: Ana Oliveira

Para Carlos Sainz, o Grande Prêmio do Canadá, realizado no último domingo (19), parecia estar caminhando para um discreto segundo lugar. Mas, a sorte do espanhol mudou na parte final da corrida, quando Yuki Tsunoda foi para o muro e causou um Safety Car. Era a chance de Sainz e a Ferrari levarem o primeiro lugar para casa.

Sainz tentou, mas não conseguiu alcançar Verstappen em Montreal (Foto: Ferrari)
Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram! e no Twitter
Acompanhe tudo o que rola no esporte a motor com o Boletim Racing

Porém, o plano não saiu como esperado. Apesar da aproximação proporcionada pelo carro de segurança, o piloto do carro #55 não conseguia ultrapassar o líder Max Verstappen nem mesmo nas retas, onde o carro da Ferrari possui maior velocidade.

LEIA MAIS:
Alonso é punido em cinco segundos e cai para nono no GP do Canadá
Red Bull segue na liderança dos construtores. Veja a classificação
Verstappen dispara na liderança da F1. Veja a classificação
Verstappen segura Sainz nas voltas finais e vence GP do Canadá

“Eu estava empurrando para fora”, disse Sainz. “Eu não estava deixando um centímetro para as paredes na frenagem. Eu estava empurrando tudo com a bateria. Tentei de tudo para passar Max. Mas hoje, simplesmente não tivemos ritmo suficiente para colocá-lo perto no hairpin e depois tirá-lo um pouco da linha na chicane.”

Apesar do fracasso em tomar a primeira posição do holandês da Red Bull, o espanhol viu pontos positivos durante a prova: “O positivo é que fomos mais rápidos, fomos mais rápidos durante toda a corrida. Era só um pouco mais [precisávamos] para ultrapassar por aqui”, concluiu.

Sainz finalizou a prova na segunda colocação, em uma corrida positiva para a Ferrari, já que Charles Leclerc, que largou em 19°, conseguiu chegar em quinto. Os resultados deram um alívio para a equipe, que viu seus dois pilotos abandonarem a prova anterior, no Azerbaijão.

Comentários