Card image
Formula 1
Circuito da Austrália passa por mudanças para melhorar ação

1 Minuto de leitura

  • Publicado: 01/04/2022
  • Atualizado: 01/04/2022 às 16:16
  • Por: Ana Oliveira

Desde a última corrida em 2019, o circuito de Albert Park, localizado em Melbourne, na Austrália passou por reformas. As mudanças foram feitas para dar mais dinâmica ao circuito, que já foi diversas vezes criticado por suas corridas com pouca ação dentro da pista.

Circuito passou por diversas reformas após 2019. Foto: Divulgação

A primeira alteração poderá ser vista já na curva 1, bem conhecida por causar acidentes na largada. Essa parte da pista foi alongada em 2,5 metros para a direita, facilitando para que os pilotos disputem lado a lado e evitando batidas. A curva 3 também foi alongada em quatro metros para facilitar as ultrapassagens.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram! e no Twitter
Acompanhe tudo o que rola no esporte a motor com o Boletim Racing

A curva 6 sofreu uma mudança drástica: foi aumentada em mais de sete metros, ficando cerca de 70 km/h mais rápida. A chicane das curvas 9 e 10 também foi removida, aumentando a velocidade naquele setor, que deve ser utilizado como uma nova zona de DRS. As curvas 11 e 12 foram alargadas para mais chances de disputa entre os pilotos.

LEIA MAIS:
Vettel é confirmado pela Aston Martin para GP da Austrália

As alterações foram planejadas para que o circuito fique mais atrativo para o público e também crie mais oportunidades para as equipes ao longo da corrida. A pista era alvo de grandes críticas, por ser considerada ultrapassada para carros cada vez mais modernos e rápidos.

As obras em Albert Park já foram concluídas e o resultado poderá ser visto na próxima semana, no Grande Prêmio da Austrália, que acontece entre 8 e 10 de abril e marca a terceira etapa do campeonato mundial 2022 de Fórmula 1.

Comentários