Card image
Notícias
Alonso quebra recorde e Toyota fatura pole do WEC em Sebring

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 15/03/2019
  • Atualizado: 15/03/2019 às 1:54
  • Por: Leonardo Marson

A Toyota garantiu na noite desta quinta-feira (14) a pole position para as 1000 Milhas de Sebring, prova válida pela temporada 2018/2019 do Campeonato Mundial de Endurance. Fernando Alonso e Kazuki Nakajima obtiveram na classificação realizada no circuito localizado na Flórida a média de 1min40s318 com o protótipo Toyota TS050-Hybrid número 8. Alonso percorreu os 6.019 metros do traçado em 1min40s124, novo recorde da pista.

A segunda posição do grid ficou com o outro Toyota, este pilotado por Mike Conway e José María López na classificação, que ficaram com uma média de 1min40s803, 0s485 pior em relação a Alonso e Nakajima. A SMP Racing, que foi para a classificação com Stéphane Sarrazin e Egor Orudzhev, partirá da terceira posição com o BR01 Engineering/AER, enquanto Gustavo Menezes e Thomas Laurent partirão em quarto com o Rebellion R13 da Rebellion Racing.

A quinta posição no grid de largada em Sebring ficou com o BR01 Engineering da SMP Racing, pilotado por Brendon Hartley, que volta à categoria após passagem ruim pela Fórmula 1, e Mikhail Aleshin. O grupo dos seis melhores do grid – e da classe LMP1 – foi completado por Neel Jani e Mathias Beche, pilotos da Rebellion Racing que têm como companheiro de pilotagem o brasileiro Bruno Senna.

Na classe LMP2, Gabriel Aubry e Stéphane Richelmi colocaram o Oreca da Jackie Chan DC Racing na pole position. Os dois obtiveram média de 1min47s558, liderando o 1-2 da equipe, que viu Will Stevens e David Heinemeier-Hänsson ficarem com a segunda colocação. A Signatech Alpine Matmut, equipe do brasileiro André Negrão, viu Nicolas Lapierre e Pierre Thiriet cravarem o terceiro tempo.

Pela LMGTE-Pro, a pole position ficou com o Porsche 911 RSR de Michael Christensen e Kévin Estre, que obtiveram uma média de 1min57s500. A segunda posição ficou com o Ford GT de Harry Tincknell e Andy Priaulx, que foram dois décimos mais lentos. Outro Ford GT preparado pela Chip Ganassi, este conduzido por Olivier Pla e Stefan Mücke, completou o grupo dos três primeiros. Alessandro Pier Guidi, James Calado e Daniel Serra partem em nono com uma Ferrari 488 GTE.

Na LMGTE-Am, a posição de honra ficou com Christian Ried e Matt Campbell, que anotaram uma média de 1min59s790 com um Porsche 911 RSR, deixando Jorg Bergmeister e Patrick Lindsey com a segunda posição, também com um Porsche. Pedro Lamy e Paul Dalla Lana completam o grupo dos três melhores desta classe com um Aston Martin.

As 1000 Milhas de Sebring será disputada nesta sexta-feira (15), a partir das 17h. Serão 267 voltas ou oito horas de prova.

Foto: Toyota