Card image
MotoGP
Petrucci comanda último teste da MotoGP na Malásia

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 08/02/2019
  • Atualizado: 08/02/2019 às 10:16
  • Por: Leonardo Marson

Danilo Petrucci foi o piloto mais rápido do último dia da primeira bateria de testes de pré-temporada da MotoGP, realizado na manhã desta sexta-feira (8) no circuito de Sepang, na Malásia. Em um dia dominado pela Ducati, o italiano anotou 1min58s239 no melhor de seus giros, recorde não -oficial da pista, antes de sofrer um acidente na curva 5 da pista malaia, destruindo uma nova peça aerodinâmica preparada pelo time de Borgo Panigale.

LEIA MAIS:
Viñales bate Rins e idera segundo teste da MotoGP em Sepang
Veja as fotos da quinta-feira de testes da MotoGP em Sepang
Viñales destaca bom ritmo da Yamaha após testes de quinta-feira
Rins celebra quinta-feira “muito positiva” com a Suzuki
Miller fala em busca de acerto, e lamenta segunda queda

A segunda posição do dia ficou com Francesco Bagnaia, atual campeão da Moto2 e piloto da Pramac, que acabou com um tempo 0s063 mais lento que o obtido por Petrucci. Jack Miller, com a outra Ducati da Pramac, fechou o treinamento com o terceiro melhor tempo, mesmo sofrendo a terceira queda em três dias. Andrea Dovizioso, companheiro de equipe de Petrucci, foi o quarto mais rápido.

Melhor piloto sem uma moto Ducati, Maverick Viñales ficou com o quinto tempo com a Yamaha, sendo seguido por Cal Crutchlow, piloto da LCR Honda. Todos estes quebraram o antigo recorde da pista, que era de Jorge Lorenzo. Aleix Espargaró foi o sétimo com a Aprilia, enquanto Franco Morbidelli, com uma Yamaha da SIC, foi o oitavo. Takaaki Nakagami, com uma Honda da LCR, e Valentino Rossi, da Yamaha, fecharam o top-10.

Ainda em recuperação da cirurgia feita no ombro, Marc Márquez anotou o 11º tempo, e deu 39 voltas ao longo do dia. Já a Suzuki teve um dia de pouco brilho, vendo Álex Rins, segundo nos dois primeiros dias de atividade, marcar o 12º tempo, ficando três posições à frente de Joan Mir. Já Andrea Iannone, com uma infecção na boca, não andou com a Aprilia, e foi substituído por Bradley Smith, 20º mais rápido do dia.

Após a primeira bateria de testes, a MotoGP volta a se reunir entre os dias 23 e 25 de fevereiro no circuito de Losail, no Catar.

Foto: Ducati