Card image
Competições
Vitor Baptista vence prova agitada da Porsche Cup no Estoril

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 02/08/2019
  • Atualizado: 02/08/2019 às 8:50
  • Por: Leonardo Marson

Vitor Baptista venceu a primeira corrida da quarta etapa da temporada de corridas Sprint da Porsche Cup, disputada na manhã desta sexta-feira (2) no circuito do Estoril, em Portugal. Em uma prova das mais agitadas, o piloto apoiado pela Shell travou ótima disputa com Marçal Müller e Marcel Coletta para garantir a vitória no traçado português.

Vitor Baptista
Vitor Baptista segue na liderança do campeonato após a vitória nesta manhã. (Foto: Luca Bassani)

A segunda posição ficou com Müller, que se defendeu de um último ataque de Coletta no giro final, relegando o piloto apoiado pela Cimed – que largou da pole position após uma punição contra Bruno Baptista, que largaria da posição de honra – ao terceiro lugar. Eloi Khouri foi o quarto, sendo seguido por Daniel Schneider.

Pedro Aguiar fechou a corrida com a sexta colocação ao final dos 25 minutos de atividade, e foi seguido por Ricardo Baptista, sétimo melhor da prova. Sylvio de Barros completou a prova em oitavo, enquanto Dominique Teysseyre foi o nono. A lista dos dez mais rápidos foi completada por Adalberto Baptista.

A segunda corrida da etapa de Portugal da Porsche Cup acontece ainda nesta sexta-feira, a partir das 11h30, com transmissão ao vivo dos canais Sportv, do site Grande Prêmio, e dos canais da categoria no Facebook e no YouTube.

Confira como foi a corrida

A prova começou com Marcel Coletta, que se beneficiou de uma punição contra Bruno Baptista para herdar a pole position, mantendo a primeira posição, enquanto Marçal Müller deixou Vitor Baptista para trás, tomando o segundo lugar. Miguel Paludo ocupou a quarta posição, sendo seguido por Sylvio de Barros.

Werner Neugebauer foi agressivo e tomou a quinta posição de Barros, mas acabou se envolvendo em um acidente com Paludo alguns metros mais a frente, com os dois abandonando a prova ao pararem na caixa de brita. A direção de prova acionou o Safety Car para que os carros pudessem ser retirados da área de escape.

A relargada aconteceu na volta quatro com Müller e Vitor Baptista deixando Coletta, que deu a linha de dentro para os dois, para trás. A liderança do piloto do Porsche número 544, porém, durou uma volta, pois Müller escapou da pista, caindo para terceiro, cedendo as primeiras posições para os rivais Vitor e Coletta.

A partir da oitava volta, Coletta abriu temporada de caça contra Vitor, mas o piloto apoiado pela Shell conseguiu se manter na liderança, muito atacado pelo rival apoiado pela Cimed. A briga dos dois permitiu a aproximação de Müller, o terceiro colocado da prova em Portugal.

Na abertura da décima volta teve Coletta partindo para o ataque sobre Vitor, conseguindo a ultrapassagem. O piloto do carro número 117, porém, deu espaço para o dono do Porsche número 120 recuperasse a primeira posição, e Müller recuperou o segundo lugar da prova.

Nas voltas finais, Vitor Baptista abriu vantagem e seguiu para conquistar a vitória, enquanto Coletta e Müller passaram a trocar ultrapassagens, com Müller terminando em segundo. Eloi Khouri e Daniel Schneider completaram a lista dos cinco primeiros.