Card image
Competições
Hamilton lidera primeiro treino da F1 em Paul Ricard

4 Minutos de leitura

  • Publicado: 21/06/2019
  • Atualizado: 21/06/2019 às 7:33
  • Por: Leonardo Marson

Lewis Hamilton foi o piloto mais rápido do primeiro treino livre para o Grande Prêmio da França, oitava etapa da temporada da Fórmula 1. Em uma sessão dominada pelos pilotos da Mercedes, o líder do campeonato anotou no terço final da atividade realizada na manhã desta sexta-feira (21) no circuito de Paul Ricard a marca de 1min32s738, usando pneus macios.

Lewis Hamilton
Hamilton fez seu melhor tempo nos 20 minutos finais da atividade. (Foto: Mercedes)

A segunda posição na folha de tempos ficou com Valtteri Bottas, que acabou com uma marca 0s069 pior em relação ao companheiro de equipe. Charles Leclerc, que apareceu na ponta da classificação no início da sessão, ficou com o terceiro melhor tempo com a Ferrari, enquanto Max Verstappen, com uma Red Bull, foi o quarto. O grupo dos cinco primeiros foi completado por Sebastian Vettel, da Ferrari.

Pierre Gasly, que ponteou a sessão por alguns instantes, foi o sexto melhor com a Red Bull, enquanto a dupla da McLaren, que liderou toda a primeira parte do treinamento, veio logo na sequência, com Lando Norris terminando à frente de Carlos Sainz. Daniel Ricciardo, com a Renault, foi o nono mais rápido, enquanto Alexander Albon, da Toro Rosso, fechou a lista dos dez mais rápidos.

A sessão não contou com nenhuma interrupção por acidente, tampouco com o acionamento do Safety Car Virtual, mas não foi livre de incidentes. Ainda no início da sessão, Daniil Kvyat rodou no circuito, o que aconteceu também com Verstappen na parte final da sessão. Já a Renault de Nico Hülkenberg soltou fumaça no cockpit próximo a metade do treinamento.

A segunda sessão de treinos livres para a oitava etapa da temporada 2019 da Fórmula 1 será disputada a partir das 10h desta sexta-feira. O Grande Prêmio da França será disputado no domingo (23), a partir das 10h10.

Confira como foi o primeiro treino livre em Paul Ricard

A sessão que iniciou os trabalhos para o Grande Prêmio da França de Fórmula 1 foi aberta às 6h, pelo horário de Brasília, com Romain Grosjean, um dos pilotos que correm em casa neste final de semana, partindo à pista imediatamente com a Haas para uma volta de instalação. O primeiro a registrar tempo em Paul Ricard, porém, foi Carlos Sainz, que marcou 1min39s095 com a McLaren.

Carlos Sainz
Sainz foi o primeiro piloto a registrar tempo em Le Castelet. (Foto: McLaren)

O espanhol seguiu na ponta após as primeiras voltas dos pilotos da Ferrari, que partiram rapidamente à pista com Charles Leclerc e Sebastian Vettel. Após Sainz melhorar seu tempo, o monegasco cravou 1min35s822 para tomar a liderança da sessão. Treinando com a Williams no primeiro treino livre de um GP pela segunda vez consecutiva, Nicholas Latifi reclamou de cortes no motor do carro.

Daniil Kvyat rodou com a Toro Rosso, enquanto Sainz voltou a colocar a McLaren na ponta da folha de tempos ao cravar 1min35s752. Pierre Gasly avançou ao quarto lugar com a Red Bull, sendo seguido por Lando Norris, com o outro carro da McLaren. Vettel, por sua vez, declarou à Ferrari que é impossível registrar duas voltas rápidas com o mesmo pneu em Paul Ricard.

Norris tomou a dianteira da folha de tempos ao registrar 1min35s623, enquanto Max Verstappen, com a Red Bull, avançou para o segundo lugar com um tempo apenas 0s019 acima do registrado pelo inglês da McLaren, que fechou a primeira meia hora da atividade com o melhor tempo. Neste momento, a Mercedes mandou seus pilotos à pista pela primeira vez no final de semana.

Valtteri Bottas tomou a primeira colocação da sessão com a Mercedes, marcando 1min34s695, tempo 0s928 melhor em relação a Norris. O treinamento no circuito de Paul Ricard seguiu com Verstappen avançando ao primeiro lugar pela primeira vez com 36 minutos de treino, mas o finlandês da Mercedes voltou a pontear o treinamento ao marcar 1min34s500.

A sessão foi para a segunda metade com os pilotos partindo à pista após dez minutos de silêncio em Le Castelet. O trabalho passou a ser mais de simulação de corrida do que para baixar os tempos, mas Pierre Gasly tomou a primeira colocação ao marcar 1min34s271 com a Red Bull, mas logo acabou superado por Norris, que cravou 1min34s110 com a McLaren.

Lewis Hamilton tomou a primeira colocação da atividade na abertura do terço final da sessão ao cravar 1min34s106, mas logo viu Bottas quebrar a barreira de 1min34s para marcar 1min33s779 com a outra Mercedes. Um pouco mais atrás da folha de tempos, Daniel Ricciardo colocou a Renault na quinta colocação, sete décimos atrás da marca de Bottas.

Hamilton voltou a pontear a sessão ao anotar 1min33s272, enquanto Bottas ficou 0s099 distante do tempo do companheiro de equipe em um primeiro momento. Mas, com 20 minutos para o encerramento da atividade, o finlandês voltou a liderar o treinamento ao marcar 1min33s173, no mesmo momento em que Max Verstappen rodou com o carro da Red Bull.

Hamilton derrubou o melhor tempo para 1min32s738, tomando a primeira colocação, enquanto Bottas ficou com o segundo lugar, 0s069 atrás do inglês. A Ferrari mandou seus pilotos à pista novamente, e Leclerc avançou para terceiro, três décimos atrás do tempo do pentacampeão. Nos minutos finais da sessão, Gasly rodou com a Red Bull, travando os pneus para evitar um acidente.

A sessão foi encerrada com Hamilton na ponta, seguido por Bottas e Leclerc.