Card image
Competições
Ghiotto leva a melhor sobre Latifi e vence na Inglaterra

3 Minutos de leitura

  • Publicado: 13/07/2019
  • Atualizado: 13/07/2019 às 12:45
  • Por: Leonardo Marson

Luca Ghiotto venceu neste sábado (13) a primeira corrida da sétima etapa da Fórmula 2, disputada no circuito de Silverstone, na Inglaterra. O italiano da UNI-Virtuosi travou ótima batalha com Nicholas Latifi no início da prova, deixou o rival da DAMS para trás e assumiu a liderança de forma definitiva após Nikita Mazepin, que foi aos boxes em uma janela diferente dos líderes, fazer sua parada.

Luca Ghiotto
Ghiotto deixou Latifi para trás na Stowe para vencer em Silverstone. (Foto: F2)

A segunda posição ficou com Latifi, que superou Sérgio Sette Câmara, seu companheiro de equipe, ainda na primeira das 29 voltas, superou Guan Yu Zhou após a parada nos boxes, e tentou, sem sucesso, lutar pela vitória com Ghiotto. O pódio foi completado por Zhou, com o outro carro da UNI-Virtuosi, após conter a aproximação de Sette Câmara, que terminou em quarto. Jack Aitken, da Campos, fechou a lista dos cinco primeiros.

Líder do campeonato da Fórmula 2, Nyck de Vries teve uma corrida das mais discretas, e terminou apenas com a sexta colocação. O piloto da ART Grand Prix foi seguido por Louis Delétraz, suíço da Carlin que foi o sétimo, enquanto Callum Ilott, da Sauber Junior Team, fechou a prova em oitavo, garantindo a pole para a corrida de domingo. Nobuharu Matsushita, da Carlin, e Jordan King, da MP Motorsport, fecharam o top-10.

A segunda corrida da etapa de Silverstone da Fórmula 2 acontece neste domingo (14), a partir das 6h, pelo horário de Brasília. A corrida terá transmissão ao vivo dos canais Sportv e da plataforma de streaming DAZN.

Confira como foi a corrida

A prova teve largada com Luca Ghiotto tomando a primeira posição de Guan Yu Zhou, que buscou resistir a pressão do companheiro de equipe UNI-Virtuosi. O mesmo aconteceu com Sérgio Sette Câmara, que acabou superado por Nicholas Latifi, que pulou para o terceiro lugar. Louis Delétraz manteve o quinto posto, enquanto Nyck de Vries seguiu em sétimo. Anthoine Hubert não conseguiu largar, e foi levado aos boxes.

Hubert conseguiu retornar à pista na segunda volta, enquanto Dorian Boccolacci abandonou a disputa. Também no início da prova, Nikita Mazepin e Mick Schumacher. A prova seguiu com Ghiotto na liderança, enquanto Zhou, Latifi, Delétraz e De Vries visitando os boxes na sexta volta para a troca de pneus obrigatória. Giuliano Alesi fez o mesmo, mas teve problemas na parada.

Ghiotto foi aos boxes na volta seguinte, em atitude repetida por Sette Câmara e Nobuharu Matsushita. Jordan King, que não foi aos boxes, assumiu a liderança da prova, seguido por Mazepin e Tatiana Calderón, enquanto Latifi abriu caça sobre Ghiotto na nona volta, em disputa valendo a quarta posição, conseguindo a ultrapassagem momentos depois. King foi aos boxes na nona volta.

Apesar de conseguir a ultrapassagem, Latifi não conseguiu abrir vantagem sobre Ghiotto, que passou a pressioná-lo pelo terceiro lugar, já que Mazepin e Tatiana não haviam parado nos boxes. Mais atrás, Sette Câmara viu Zhou se distanciar, e passou a receber o ataque de Nyck de Vries pela sexta colocação. Na 12ª volta, Ghiotto conseguiu deixar Latifi para trás usando a asa móvel, recuperando a terceira posição.

Ghiotto descontou rapidamente a distância para Tatiana, conseguindo superar a única mulher do grid na 14ª volta, tomando a segunda posição. Na volta seguinte, foi a vez de Latifi deixar a colombiana para trás. Sette Câmara, por sua vez, passou a se aproximar de Zhou, que também alcançou a piloto da Arden, tomando o quarto lugar no 17º giro da prova, em manobra repetida por Sette Câmara metros depois.

Na 18ª volta, Sette Câmara virou 1min41s753, fazendo a melhor volta da prova, que na Fórmula 2 rende dois pontos. O tempo logo foi batido por Ghiotto, enquanto o brasileiro chegou de vez em Zhou para disputar a quarta posição. Na frente, Mazepin seguia na liderança, mas sem fazer a parada obrigatória nos boxes, e vendo os rivais se aproximarem rapidamente.

No complemento da 21ª volta, Mazepin foi aos boxes, cedendo a primeira posição para Ghiotto, que via Latifi se aproximar, cortando a diferença para 2s2 na 22ª volta. No giro seguinte, o italiano fez a melhor volta da prova com 1mi41s530. Zhou, por sua vez, abriu um segundo para Sette Câmara, que fez uma volta ruim. Na volta seguinte, o brasileiro marcou 1min40s858, tomando a melhor volta.

Mais atrás, Jack Aitken superou Nyck de Vries para assumir a quinta colocação da prova, enquanto Ghiotto travou os pneus na antepenúltima volta, sem causar problemas ao carro e seguindo para a vitória. Latifi terminou em segundo, seguido por Zhou. Sette Câmara completou a prova em quarto.