Card image
Competições
Camilo impede ataque de Campos e vence em Campo Grande

4 Minutos de leitura

  • Publicado: 11/08/2019
  • Atualizado: 11/08/2019 às 16:24
  • Por: Leonardo Marson

Thiago Camilo venceu a primeira corrida da sexta etapa da temporada 2019 da Stock Car, disputada no Autódromo Internacional Orlando Moura, em Campo Grande (MS). O piloto da Ipiranga Racing liderou praticamente toda a corrida disputada neste domingo (11), e precisou se defender dos ataques de Julio Campos nos dez minutos finais da corrida para triunfar pela quarta vez neste ano.

Thiago Camilo
Camilo triunfou pela quarta vez na temporada da Stock Car. (Foto: Duda Bairros)

A segunda posição ficou com Campos, piloto da Prati-Donaduzzi que não teve este posto ameaçado em momento nenhum, e que buscou atacar Camilo na parte final após um erro do piloto do carro número 21, sem conseguir a ultrapassagem. O pódio na primeira corrida do dia na capital de Mato Grosso do Sul foi completado por Cacá Bueno, piloto que defende a Cimed Racing.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!

Gaetano di Mauro levou o equipamento da Shell Helix Ultra ao quarto lugar da prova, sendo seguido por Felipe Fraga, da Cimed Racing. Ricardo Maurício fechou a corrida na sexta posição com o carro da Eurofarma RC, terminando logo à frente de Max Wilson, sétimo com a Eurofarma RCM. Daniel Serra, companheiro de equipe de Ricardinho, foi o oitavo, e Allam Khodair, da Blau Motorsport, foi o nono. Marcos Gomes, da KTF, fechou o top-10.

LEIA MAIS:
Camilo garante a pole position da Stock Car em Campo Grande
Cacá Bueno domina último treino da Stock Car em Campo Grande
Zonta lidera primeiro treino da Stock Car em Campo Grande

A corrida sofreu um atraso de 30 minutos em sua largada por conta da programação de TV. O canal Sportv, responsável por transmitir as corridas da Stock Car, exibia a decisão do torneio de Vôlei feminino dos Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru, entre República Dominicana e Colômbia, e pediu aos organizadores da categoria para que o horário de largada fosse alterado. A partida foi vencida pelas dominicanas por 3 sets a 1.

A Stock Car realiza logo mais, às 16h30, a segunda corrida da etapa de Campo Grande, com pole position de Marcos Gomes.

Confira como foi a corridas

Por conta da bandeira verde ser acionada apenas na reta oposta, a prova teve a abertura de seus 40 minutos quando os pilotos passaram na reta dos boxes. Quando a largada foi acionada, Thiago Camilo manteve a primeira colocação, sendo seguido por Julio Campos, Cacá Bueno e Gaetano di Mauro. Max Wilson deixou Felipe Fraga para trás e assumiu a quinta colocação.

Cesar Ramos sofreu danos no carro preparado pela Blau Motorsport e foi aos boxes, sendo obrigado a deixar a primeira corrida do dia na capital de Mato Grosso do Sul. Outro que foi aos boxes ainda no início foi Diego Nunes, representante da KTF Sports. Líder da prova, Thiago Camilo registrou a volta mais rápida da prova na quarta volta ao registrar 1min25s229.

Felipe Fraga deixou Max Wilson para trás, tomando a quinta posição. Pouco depois, foi a vez de Daniel Serra superar o piloto da Eurofarma RCM, ganhando a sexta posição. Um pouco mais atrás, foi a vez de Marcos Gomes ultrapassar Ricardo Maurício para assumir a oitava colocação. Na frente, Camilo seguia sem ser ameaçado por Julio Campos, que por sua vez tinha uma distância segura para Cacá Bueno.

Maurício voltou ao oitavo lugar ao deixar Gomes para trás na oitava volta. Assim, os três carros da Eurofarma apareciam próximos. Na nona volta, Átila Abreu apareceu lento na pista, abandonando a corrida. Na frente, Fraga usou o push to pass e deixou Di Mauro para trás, tomando a quarta posição. Com a janela de paradas nos boxes aberta, Di Mauro, Max e Gomes foram aos boxes.

Valdeno Brito apareceu parado na pista após tomar um toque de Marcel Coletta na 11ª volta. Cacá Bueno e Felipe Lapenna visitaram os boxes na volta 12. Thiago Camilo parou nos boxes na volta 13, cedendo a ponta para Julio Campos. Ricardo Maurício, Pedro Cardoso, Denis Navarro e Galid Osman pararam na volta 14. Campos, Fraga, Serra, Coletta, Bruno Baptista e Nelsinho Piquet trocaram pneus e reabasteceram na volta 15.

Os últimos a pararem nos boxes foram Rubens Barrichello, Bia Figueiredo e Gabriel Casagrande, na volta 16. Assim, a lista dos cinco primeiros colocados apontava Camilo na liderança, seguido por Campos, Cacá, Di Mauro e Fraga. O piloto da Ipiranga Racing mantinha uma vantagem em torno de um segundo em relação ao paranaense da Prati-Donaduzzi com 18 voltas.

Nelsinho Piquet teve um pneu furado na 19ª volta, e precisou visitar os boxes. No mesmo giro, Camilo escapou da pista, permitindo que Julio Campos se aproximasse. Cacá Bueno, por sua vez, aparecia na terceira colocação, bastante distante dos dois pilotos que ponteavam a corrida, sendo seguido por Di Mauro e Fraga, que completavam a lista dos cinco primeiros.

Campos seguiu na pressão sobre Camilo, sem conseguir a ultrapassagem. Melhor para o piloto da Ipiranga Racing que, mesmo depois de usar todos os push to pass na primeira corrida, seguiu para vencer pela quarta vez no ano.