Card image
Competições
Bottas supera Hamilton por 0s006 e é pole na Inglaterra

3 Minutos de leitura

  • Publicado: 13/07/2019
  • Atualizado: 13/07/2019 às 11:22
  • Por: Leonardo Marson

Valtteri Bottas conquistou neste sábado (13) a pole position para o Grande Prêmio da Inglaterra, décima etapa da temporada 2019 da Fórmula 1. O finlandês da Mercedes apareceu no Q3 da classificação realizada no circuito de Silverstone, e garantiu a pole position ao anotar ainda em sua primeira tentativa de volta rápida na fase final em 1min25s093.

Valtteri Bottas
Bottas alcançou sua quarta pole na temporada, e a quarta na carreira. (Foto: Mercedes)

A segunda posição no grid ficou com Lewis Hamilton, que após cometer um erro em sua primeira tentativa de volta rápida no Q3, terminou a sessão com uma marca apenas 0s006 pior em relação a Bottas. Charles Leclerc, mais rápido nos dois primeiros segmentos da classificação, largará da terceira posição com a Ferrari, e dividirá a segunda fila com Max Verstappen, da Red Bull.

Pierre Gasly, companheiro de equipe de Verstappen, largará da quinta posição, logo à frente de Sebastian Vettel, que sofreu com problemas no DRS da Ferrari, e partirá em sexto. Daniel Ricciardo colocou a Renault na sétima posição, e dividirá a quarta fila do grid com Lando Norris, oitavo com a McLaren. Alexander Albon, da Toro Rosso, e Nico Hülkenberg, da Renault, fecham a lista dos dez primeiros.

O Grande Prêmio da Inglaterra de Fórmula 1 será disputado neste domingo (14), a partir das 10h10, e terá transmissão da TV Globo, do portal GloboEsporte.com, e da rádio Band News FM.

Confira como foi a classificação
Q1
A sessão começou pontualmente as 10h, pelo horário de Brasília, com Kevin Magnussen, da Haas, anotando a primeira volta rápida da atividade, sendo superado na sequência por Romain Grosjean, seu companheiro de equipe. Pouco depois, Carlos Sainz fez 1min26s689 com a McLaren, tomando a primeira posição. Alexander Albon tomou o primeiro posto na sequência com a Toro Rosso, sendo batido por Lando Norris, da McLaren.

Com problemas para acionar a asa móvel, Sebastian Vettel avançou para a segunda posição, enquanto Charles Leclerc, com 1min25s628, tomou a liderança da atividade com os pneus médios, jogando seu companheiro de Ferrari para o terceiro lugar. O alemão foi superado na sequência por Max Verstappen, da Red Bull. Lewis Hamilton tomou a primeira posição pouco depois, com 1min25s513, usando pneus macios.

Leclerc se aproximou do tempo de Hamilton quando restavam seis minutos para o final, chegando 0s020 próximo do inglês. Na parte de baixo da tabela, os dois pilotos da Williams e da Racing Point, além de Antonio Giovinazzi, apareciam entre os eliminados restando dois minutos para o encerramento do primeiro segmento da classificação em Silverstone.

A sessão chegou ao final com Hamilton na liderança, seguido por Leclerc e Verstappen. Na parte de baixo da tabela de tempos, ficaram nas últimas colocações Kevin Magnussen, da Haas, Daniil Kvyat, da Toro Rosso, Lance Stroll, da Racing Point, George Russell e Robert Kubica, ambos da Williams.

Q2
A segunda sessão começou com os pilotos partindo à pista rapidamente por conta do risco de chuva. Assim, Hamilton tomou a primeira colocação ao marcar 1min25s840, usando pneus médios. A marca, porém, foi batida por Leclerc, que fez 1min25s646, também com os pneus de faixa amarela. Bottas ficou com o terceiro lugar, sendo seguido por Gasly e Verstappen.

Vettel, com os pneus macios, marcou apenas o oitavo tempo quando restavam oito minutos para o final do Q2. Bottas, por sua vez, subiu para o segundo lugar, distante apenas 0s026 e Leclerc. A sessão seguiu com Albon, Pérez, Giovinazzi, Räikkönen e Grosjean na zona de eliminação quando o relógio apontava apenas dois minutos para o final do segmento.

Em oitavo, Vettel foi à pista nos momentos finais do Q2, e avançou na quinta posição. Leclerc foi o mais rápido, melhorando seu tempo para 1min25s546, deixando Bottas em segundo, e Hamilton em terceiro. Os eliminados foram Antonio Giovinazzi e Kimi Räikkönen, da Alfa Romeo, Carlos Sainz, da McLaren, Romain Grosjean, da Haas, e Sergio Pérez, da Racing Point.

Q3
A fase decisiva da classificação começou com os dois pilotos da Mercedes se sobressaindo. Primeiro, Hamilton marcou 1min25s345, depois de cometer um erro no terceiro setor. Na sequência, Bottas anotou 1min25s093, tomando a liderança. Verstappen se colocou em terceiro, seguido por Leclerc e Gasly, enquanto Vettel, ainda com problemas, apareceu em sexto.

Após uma rápida ida aos boxes, os pilotos retornaram à pista para a última volta rápida da sessão. Hamilton não conseguiu melhorar seu tempo, ficando 0s006 atrás de Bottas. Leclerc passou mais rápido que o finlandês da Mercedes nas duas primeiras parciais, mas falhou no setor final, ficando apenas em terceiro.