Card image
Competições
Alonso admite desejar retorno à F1 “se puder vencer o Mundial”

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 19/06/2019
  • Atualizado: 19/06/2019 às 17:21
  • Por: Leonardo Marson

Após vencer com a Toyota as 24 Horas de Le Mans pela segunda vez e se sagrar campeão mundial de Endurance, Fernando Alonso disse que está aberto a um retorno à Fórmula 1, categoria que deixou ao final de 2018 após quatro temporadas com a McLaren. O piloto, que não tem vínculo com nenhuma equipe após a prova de longa duração realizada no último final de semana, deixa claro, porém, que só voltaria ao principal campeonato do mundo em uma equipe em condições de brigar por vitórias.

Fernando Alonso
Alonso venceu as 24 Horas de Le Mans pelo segundo ano seguido. (Foto: Toyota)

“Estou aberto a propostas interessantes no futuro. Se eu decidir voltar à Fórmula 1, será somente se houver uma possibilidade real de ganhar o Mundial. Não me interessam projetos que começam do zero, quero um carro vencedor imediatamente. Se a F1 aparecer de novo de forma atrativa, não tenho dúvidas: voltaria ao circo”, disse Alonso à revista Man in Town.

De acordo com Alonso, a idade não seria um problema para um eventual retorno à Fórmula 1. O espanhol completará 38 anos em julho, e reconhece que o melhor momento em termos físicos foi quando tinha entre 25 e 30 anos, mas que a experiência adquirida com o passar do tempo lhe traz condições para disputar a Fórmula 1 novamente, mesmo após um ano distante.

“A gente sente que o corpo responde melhor entre os 25 e 30 anos. Estes foi o período em que me senti mais forte fisicamente, mas a experiência que você adquiri com o passar do tempo também tem a sua importância”, comentou o espanhol, lembrando que Kimi Räikkönen defendeu a Ferrari até os 39 anos, e disputa a atual temporada da Fórmula 1 pela Alfa Romeo.

Depois de falhar na tentativa de correr as 500 Milhas de Indianápolis e vencer as 24 Horas de Le Mans, o nome de Alonso é especulado para disputas de provas fora de estrada. O bicampeão mundial de Fórmula 1 testou recentemente o Toyota usado por Nasser Al-Attiyah no Rally Dakar. Também há rumores de possíveis participações nas provas do Mundial de Rally.