Responsive Menu
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Hero Motorsport deixa a Stock Car ao final da temporada

Autor: Leonardo Marson


A Hero Motorsport anunciou na tarde desta terça-feira (4) sua saída do grid da Stock Car ao final da atual temporada, que será encerrada neste domingo, no Autódromo de Interlagos, em São Paulo (SP). No campeonato deste ano, o time, que usa a estrutura da RCM, equipe chefiada por Marcel Campos, e conquistou três vitórias, todas elas com Lucas di Grassi, obtidas nas cidades paranaenses de Curitiba, Londrina e Cascavel.

LEIA MAIS:
Stock Car: STJD muda vencedor da corrida 2 de Campo Grande
Átila Abreu visita Arena RACING no Salão do Automóvel

De acordo com a FS, empresa proprietária da Hero, a saída do esporte se dá por “uma alteração na estratégia de mercado para o biênio 2019/2020”. A marca entrou na Stock Car em 2017 na condição de apoiadora de Alberto Valério, que correu a maior parte da temporada pela Full Time/Bassani. Depois, Diego Nunes também recebeu o apoio da empresa. No final daquele ano, Valério foi substituído por António Félix da Costa, Xandinho Negrão e Augusto Farfus nas etapas finais.

Para este ano, a Hero contratou Lucas di Grassi, piloto campeão do mundo na Fórmula E, e Bruno Baptista, que deixou a GP3 para correr no mais importante campeonato do automobilismo brasileiro. O time passou a ser comandado por Nonô Figueiredo, outro veterano da Stock Car. Além disso, ações para premiar o pole position e o Fan Push levavam o nome da empresa, que é a principal apoiadora da decisão deste final de semana.

A Hero também esteve presente em outras categorias do esporte a motor brasileiro, com destaque à participação na Porsche Cup. Há dez dias, o time viu Nonô Figueiredo e Gaetano di Mauro – este último, estreante na Stock Car pelo time – vencerem uma prova de 500 quilômetros disputada no Autódromo de Interlagos.

Foto: Rodrigo Ruiz


Racing Online

Racing Online

error: Conteúdo protegido!