Responsive Menu
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Daniel Serra conquista o título da Stock Car em Interlagos

Autor: Leonardo Marson


Serra terminou em terceiro em Interlagos. (Foto: Duda Bairros)

*Publicado dia 10 de dezembro de 2017, às 10h59. Atualizado às 14h26

Daniel Serra conquistou na manhã deste domingo (10) seu primeiro título na Stock Car. O piloto da Eurofarma RC terminou a última etapa da temporada 2017, disputada no Autódromo de Interlagos, em São Paulo (SP), na terceira colocação, posição suficiente para lhe garantir a conquista do título sem a dependência do resultado de Thiago Camilo, que enfrentou dificuldades na prova e foi apenas o 14º colocado.

Os pilotos dos times comandados por Rosinei Campos, aliás, tiveram uma corrida dos sonhos, monopolizando o pódio. A vitória ficou com Ricardo Maurício, que largou da pole position e chegou a protagonizar uma boa disputa com Serra, que liderou a maior parte da primeira metade da corrida. Entre os dois pilotos da RC, chegou Max Wilson, com o equipamento da RCM.

Marcos Gomes foi o quarto colocado com o carro da Cimed Racing, e foi seguido por Rubens Barrichello, da Full Time. Diego Nunes terminou a prova na sexta posição, chegando logo à frente de Augusto Farfus, seu companheiro na Hero Motorsport neste final de semana. O top-10 contou ainda com Felipe Fraga, da Cimed, Julio Campos, da Prati Donaduzzi, e Vitor Genz, da EisenBahn.

Thiago Camilo enfrentou dificuldades por toda a corrida. O piloto da Ipiranga Racing largou da oitava posição, e despencou durante a prova. Primeiro, o dono do carro número 21 caiu para a décima posição na largada, e depois da parada nos boxes, retornou em 13º, completando a corrida em 15º.

Confira como foi a corrida

A prova começou com Ricardo Maurício mantendo a primeira colocação, seguido por Daniel Serra. Cesar Ramos conseguiu a ultrapassagem sobre Marcos Gomes para tomar a terceira colocação. Max Wilson fechou o grupo dos cinco primeiros. Nos metros iniciais, Thiago Camilo despencou para a décima posição. Allam Khodair e Renato Braga, porém, rodaram e caíram para o fim do grid.

Na abertura da terceira volta, Serra utilizou o push to pass para superar Maurício e tomar a liderança da corrida. No giro seguinte, o piloto do carro número 90 retomou a ponta da corrida, sendo superado mais uma vez alguns metros mais tarde. A disputa entre os dois pilotos da Eurofarma RC permitiu que Ramos e Gomes se aproximassem dos dois. Mais atrás, Diego Nunes passou a pressionar Rubens Barrichello pelo sexto lugar.

Camilo brigava para superar Sérgio Jimenez, que permitia a Augusto Farfus abrir vantagem na oitava posição. O piloto da Ipiranga Racing ainda viu Felipe Fraga se aproximar. Porém, quem deixou o dono do carro número 21 para trás foi Felipe Lapenna, A partir deste momento, os dois passaram a trocar ultrapassagens no circuito paulistano. Na nona volta, Marcio Campos e Guga Lima se envolveram em um acidente.

No pelotão da frente, Serra mantinha a liderança, seguido de perto por Maurício, que por sua vez disparou um segundo de frente para Ramos. Quem passou a crescer na prova foi Augusto Farfus, que deixou Nunes, seu companheiro na Hero, e Barrichello para trás, assumindo a sexta colocação. No complemento da 11ª volta, o dono do carro número 29 foi aos boxes, cedendo a ponta para Maurício.

Camilo acabou superado por Felipe Fraga, mas com as paradas de Serra e Nunes, avançou para a nona posição. Maurício visitou os boxes na volta 13,retornando à pista na frente de Serra. Ramos tomou a liderança da prova provisoriamente, até a abertura da volta 15, quando fez a troca de pneus e o reabastecimento, atitude seguida por Barrichello e Fraga. O dono do carro número 21 assumiu a liderança da prova.

Na última volta da janela de paradas, Camilo foi aos boxes no complemento da volta 16, retornando atrás de Julio Campos, na 13ª posição. Quem se deu bem foi o trio da Eurofarma, que se viu com Max Wilson na liderança após as paradas nos boxes, seguido por Ricardo Maurício e Daniel Serra, que passou a ser fortemente atacado por Marcos Gomes na 19ª volta.

No pelotão de trás, Camilo seguiu com dificuldades, e recuou ao 14º lugar ao ser superado por Guilherme Salas. Na frente, Ricardo Maurício tomou a liderança da prova ao deixar Max Wilson para trás. Nos giros finais, Camilo ainda acabou superado por Ricardo Zonta, caindo mais uma posição.

A prova seguiu e Ricardo Maurício conquistou a vitória, seguido por Max Wilson e Daniel Serra, que pôde comemorar seu primeiro título na Stock Car.

Foto: Duda Bairros