Responsive Menu
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Marçal Müller

Müller vence primeira corrida da Porsche Cup em Interlagos

Autor: Leonardo Marson


Marçal Müller venceu na manhã deste sábado (16) a primeira corrida da etapa de abertura da temporada 2019 da Porsche Cup, disputada no Autódromo de Interlagos, em São Paulo (SP). O piloto do Porsche número 544 largou da pole position, segurou a pressão de Werner Neugebauer nas voltas iniciais, e aproveitou a segunda metade da prova para abrir vantagem e triunfar pela primeira vez no ano.

LEIA MAIS:
Marçal Müller fatura pole para abertura da Porsche Cup

A segunda colocação ficou justamente com Neugebauer, campeão do torneio sprint em 2018. O gaúcho buscou seguir Müller, mas em momento algum teve condições de atacar o líder. Vitor Baptista completou o grupo dos três melhores, depois de fazer uma largada ruim, despencando de segundo para quarto, e tomar o terceiro posto no fim da prova.

Miguel Paludo fechou a prova na quarta colocação, depois de ser superado por Vitor Baptista na parte final da corrida, enquanto Ricardo Baptista, que em momento conseguiu acompanhar o ritmo dos ponteiros, fechou a corrida com a quinta colocação na zona sul paulistana.

Eloi Khouri fechou a prova em sexto, logo à frente de Rodrigo Melo, piloto que saiu com a vitória entre os pilotos da classe Cup 4.0. Maurizio Billi completou a prova com a oitava colocação geral, enquanto Pedro Aguiar acabou em nono. Adalberto Baptista completou o grupo dos dez melhores.

Na classe Carrera 3.8, a vitória ficou com Enzo Elias, que ao lado de Murilo Coletta e Matheus Iorio, protagonizou uma ótima disputa pela vitória durante os 30 minutos de prova. Coletta ficou com a segunda posição, enquanto Iorio foi o terceiro. Urubatan Júnior saiu com a vitória entre os pilotos da GT3 3.8.

A segunda corrida da etapa de abertura da temporada 2019 da Porsche Cup acontece ainda neste sábado, a partir das 12h50, e contará com transmissão do canal de TV por assinatura Sportv, dos canais da categoria no Facebook e no YouTube, e no site Grande Prêmio.

Confira como foi a corrida

A prova foi iniciada com Marçal Müller mantendo a primeira colocação, ao passo que Vitor Baptista despencou da segunda para a quarta colocação, sendo ultrapassado por Werner Neugebauer e Miguel Paludo. Ainda na entrada do S do Senna, Sylvio de Barros passou reto, despencando para o final do pelotão de 37 carros.

Vitor tentou um ataque sobre Paludo no complemento da primeira volta, sem sucesso. Pior, porém, foi para Ayman Darwich e Paulo Totaro, que rodaram no S do Senna, perdendo terreno. Na terceira volta, Murilo Coletta superou Enzo Elias para assumir a liderança da prova entre os pilotos da classe 3.8.

Na quinta volta, Felipe Baptista, que estreia na Porsche Cup – e no automobilismo – rodou durante uma disputa pela quarta posição da classe 3.8 com Matheus Coletta. Na frente, Müller não conseguia abrir vantagem em relação a Neugebauer, enquanto Vitor Baptista mantinha forte pressão sobre Paludo. Ricardo Baptista fechava o top-5 da prova.

A disputa pela liderança da classe 3.8 seguiu das mais empolgantes: na sétima volta, Murilo Coletta, Enzo Elias e Matheus Iorio lutavam pela liderança da prova, com uma diferença apenas visual. Mais na frente, Dominique Teysseyre e Rouman Ziemkiewicz rodaram após um toque no S do Senna. Teysseyre abandonou, e Ziemkiewicz foi punido.

No 11º giro, Fran Lara e Marco Billi rodaram no início da subida que leva para a reta dos boxes, despencando na classificação. A luta pela ponta da 3.8 seguia das mais fortes, com Iorio superando Elias no miolo do circuito para assumir a segunda posição. O estreante imediatamente passou a atacar Murilo Coletta.

Após 12 giros, Müller finalmente começou a abrir vantagem em relação a Neugebauer, com 1s4 de frente. Pouco depois, Matheus Coletta tocou em Sylvio de Barros, e os dois rodaram, perdendo tempo. De tanto insistir, Vitor Baptista superou Paludo para tomar a terceira posição geral da corrida no 16º giro, em um “drible” no gaúcho no S do Senna.

Chico Horta rodou no miolo do traçado paulista no 17º giro da prova, enquanto a disputa pela vitória da 3.8 seguia das mais fortes, com Murilo Coletta, Iorio e Elias separados por apenas sete décimos restando pouco mais de um minuto para o encerramento da corrida em Interlagos. Os três tiveram de escapar de uma nova rodada de Horta.

Elias assumiu a liderança da prova na 19ª volta ao se aproveitar de um toque de Iorio em Murilo Coletta, quando o estreante tentou um ataque. A manobra rendeu a vitória na classe 3.8, enquanto, mais na frente, Müller seguiu para triunfar entre os competidores da 4.0.

Fotos: Luca Bassani


Racing Online

Racing Online

error: Conteúdo protegido!