Responsive Menu
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Maldonado volta às pistas na classe LMP2 do FIA WEC

Autor: Leonardo Marson


Maldonado não disputa uma corrida desde o final da temporada de 2015 da Fórmula 1. (Foto: Getty Images)

A DragonSpeed, equipe que disputará a supertemporada do Campeonato Mundial de Endurance entre 2018 e 2019, anunciou nesta quarta-feira (21) a contratação de Pastor Maldonado para o torneio, que tem em seu calendário as 24 Horas de Le Mans. O venezuelano, que não compete desde que deixou a Fórmula 1, em 2015, fará sua estreia correndo em protótipos.

LEIA MAIS:
IMSA: Pipo Derani celebra vitória nas 12 Horas de Sebring
IMSA: Equipe de Pipo Derani vence as 12 Horas de Sebring
Kubica espera teste para definir participação no WEC
Brasil retorna ao calendário do Mundial de Endurance

O ex-piloto de Williams e Lotus na Fórmula 1 pilotará um Oreca 07, e terá como companheiro de equipe o mexicano Roberto González, que teve passagem pela extinta Champ Car. O terceiro piloto da equipe para o programa na classe LMP2 do time comandado por Elton Julian ainda não foi definido.

Maldonado não era a primeira opção da equipe, que foi atrás de Esteban Gutiérrez, ex-piloto da Haas na Fórmula 1, e que disputou provas na Fórmula E, onde defendeu a Techeetah em três ePrixes, e na Indy, onde correu sete etapas pela Dale Coyne, em substituição a Sébastien Bourdais, que havia se lesionado na classificação da Indy 500. O mexicano, porém optou por um cargo para trabalhar no simulador da Mercedes.

Em 2016, Maldonado esteve próximo de voltar a correr. O piloto foi cogitado para ser companheiro de Alfonso Toledano e Tor Graves na Manor nas 6 Horas do México. O acordo, porém, não vingou, e o venezuelano passou a ter seu nome ligado à Indy, onde foi cogitado na Andretti-Herta e na extinta KV Racing, também sem sucesso.

A DragonSpeed contará ainda com um programa para a disputa da classe LMP1, a principal do Mundial de Endurance. Nesta divisão, o time terá Ben Hanley, Henrik Hedman e Renger van der Zande. O sul-africano, porém, se ausentará de duas etapas por conta da IMSA SportsCar, e será substituído por Pietro Fittipaldi.


Racing Online

Racing Online

error: Conteúdo protegido!