Responsive Menu
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Dani Pedrosa anuncia aposentadoria das pistas

Autor: Leonardo Marson


O espanhol Dani Pedrosa anunciou na manhã desta quinta-feira (12) a aposentadoria das pistas após o encerramento da temporada 2018 da MotoGP, categoria que realiza neste domingo o Grande Prêmio da Alemanha, no circuito de Sachsenring. O piloto de 32 anos recebeu a confirmação no mês passado de que não teria seu contrato renovado com a Honda, equipe que defende desde sua chegada na MotoGP, em 2006.

LEIA MAIS:
Viñales vai a Sachsenring em busca de novo pódio na MotoGP
Rossi espera Yamaha forte desde os treinos na Alemanha
Líder da MotoGP, Márquez mira pódio na Alemanha
Lorenzo liderou mais voltas na temporada 2018 da MotoGP

A campanha de Pedrosa neste ano é desastrosa. Enquanto Marc Márquez lidera o campeonato com 41 pontos de vantagem para Valentino Rossi, Pedrosa tem sofrido para acompanhar o companheiro de Honda, o que se reflete no resultado: são apenas 41 pontos em oito corridas, 99 a menos que Márquez. Tais resultados levaram o time japonês a substituí-lo por Jorge Lorenzo no ano que vem.

Na última semana, Pedrosa admitiu que a incerteza com relação ao seu futuro no motociclismo afetou o desempenho em pista. Os melhores resultados do espanhol da Honda nesta temporada foram dois quintos lugares, obtidos nos circuitos de Le Mans, na França, e Barcelona, na Catalunha. No GP da Holanda, disputado no final de semana passado, o espanhol não passou da 15ª posição.

“No ano que vem eu não disputarei o campeonato, eu encerrarei minha carreira na MotoGP nesta temporada. Esta é uma decisão que eu pensei em tomar por muito tempo e é difícil, pois este é um esporte que eu ano, mas, apesar de ter boas oportunidades para seguir correndo, eu não sinto que vivo a corrida tão intensamente como antes, e agora eu tenho outras prioridades na minha vida”, comentou Pedrosa.

“Tem sido uma vida incrível poder correr por uma equipe tão importante. Posso dizer que conquistei muito mais do que eu esperava e que estou muito orgulhoso de tudo o que eu fiz. Eu alcancei o meu sonho de me tornar um piloto”, completou o espanhol.

Ao longo de sua trajetória no Mundial de Motovelocidade, Pedrosa venceu três vezes o campeonato: um na 125cc, em 2003, e mais dois na 250cc, em 2004 e 2005. Na MotoGP, o piloto de Sabadell obteve 31 vitórias, 112 pódios e 31 poles, sem jamais conquistar o título da categoria mais importante do motociclismo mundial, sendo vice-campeão em 2007, 2010 e 2012.

Foto: Honda