Responsive Menu
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Sam Bird

Bird critica ida de Verstappen à F-E para pagar punição

Autor: Leonardo Marson


A presença de Max Verstappen no ePrix de Marrakesh da Fórmula E como forma de punição não foi bem-vista pelos pilotos da categoria dos carros elétricos. O holandês, que defende a Red Bull na Fórmula 1, esteve no Marrocos no último sábado (12) para observar o trabalho dos comissários que trabalharam na corrida para pagar o primeiro de dois dias de serviço comunitário por ter empurrado Esteban Ocon no GP do Brasil de 2018. Sam Bird, em especial, externou seu descontentamento com esta situação.

LEIA MAIS:
Verstappen aprova experiência com comissários na Fórmula E
D’Ambrosio vê dupla da BMW bater e vence em Marrakesh
Bird lamenta toque no Marrocos: “Tivemos problemas”
Da Costa assume culpa por incidente com Sims no Marrocos
Nelsinho Piquet e Felipe Massa trocam farpas em Marrakesh

De acordo com o inglês, que defende a Virgin, ir a uma etapa da Fórmula E não deveria ser visto como uma punição. “Eu não o vi, mas é legal que ele esteja aqui”, disse Bird, em entrevista para o site da revista inglesa Autosport. “Mas dizer que vir a uma corrida da Fórmula E é um serviço comunitário é um pouco injusto”, seguiu o piloto, terceiro colocado na prova em Marrakesh.

“Essa é uma categoria incrível e as pessoas pagam para nos ver. Vir aqui não deve ser visto como uma punição. Espero que ele tenha aproveitado e que ele dê algum feedback positivo aos seus colegas”, completou Bird, referindo-se aos outros pilotos que atuam na Fórmula 1.

Apesar do descontentamento de Bird, Allan McNish, chefe da Audi na Fórmula E e ex-comissário na Fórmula 1, acredita que a categoria máxima do automobilismo mundial precisa aplicar o regulamento, ainda que as regras desagradem a outros campeonatos ou sejam inusitadas.

“A gente não percebe que existe uma série de regras e regulações. Não é como se eles [comissários da F1] pudessem pegar o regulamento e dizer ‘não vamos fazer isso aqui nessa situação’. Se existe uma regra, eles aplicam da forma que está escrita, e nem são eles que escrevem as regras, são outros que fazem isso”, disse McNish.

“Acho que eles fazem bem seu trabalho. Claro, foi divulgado de um jeito diferente, que ele veio aqui como punição. Não acho que essa foi a intenção, era para ser algo positivo”, completou o chefe da Audi.

Foto: FIA Formula E


Racing Online

Racing Online

error: Conteúdo protegido!