Responsive Menu
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Terceiro, Räikkönen fala em sorte após entrada do Safety Car

Autor: Leonardo Marson


Räikkönen terminou em terceiro na China, após liderar por algumas voltas. (Foto: Getty Images)

Kimi Räikkönen revelou ter tido sorte com a entrada do Safety Car durante o Grande Prêmio da China, terceira etapa da temporada 2018 da Fórmula 1, realizada no Circuito Internacional de Xangai. Último entre os ponteiros a fazer a primeira parada nos boxes, na volta 28, o finlandês se viu com pneus mais conservados na parte final da corrida, mesmo depois de ser superado por Daniel Ricciardo, que aproveitou a neutralização para colocar pneus macios e escalar o pelotão para vencer a prova.

O piloto da Ferrari largou da segunda colocação, e tentou um ataque sobre Sebastian Vettel, que o fechou, fazendo-o cair para a quarta posição, superado por Valtteri Bottas e Max Verstappen. Após Bottas ganhar a posição de Vettel na parada nos boxes, o finlandês esticou seu stint até a volta 28, permitindo a aproximação do alemão sobre o piloto da Mercedes.

“Tivemos uma boa largada e, aí, fui bloqueado, então perdi posições nas primeiras curvas. Depois, permaneci muito tempo na pista, mas tivemos um pouco de sorte com o Safety Car”, comentou Räikkönen, após o encerramento da corrida. O finlandês admitiu que deveria contar com os pneus macios, e não os médios, como o que usou na parte final. O piloto da Ferrari também falou das dificuldades de se ultrapassar.

“No fim, acho que precisávamos mesmo ter os pneus macios para atacar. Cheguei bem perto de Valtteri, mas aqui é difícil seguir o carro que vai à frente”, completou o piloto da Ferrari.

Foto: Getty Images