Ricciardo busca evitar punição por troca do MGU-K no Canadá

Autor: Leonardo Marson


Ricciardo começa o final de semana do Canadá com o mesmo MGU-K de Mônaco. (Foto: Red Bull Content Pool)

No início desta semana, Adrian Newey, chefe da Red Bull, garantiu que Daniel Ricciardo sofrerá punições no grid de largada para o Grande Prêmio do Canadá de Fórmula 1. O australiano, porém, disse nesta sexta-feira (7), em Montreal, que usará o mesmo MGU-K que apresentou problemas no GP de Mônaco, há duas semanas, evitando assim a perda de dez posições no grid de largada. Ricciardo está em seu terceiro MGU-K da temporada, e uma substituição causará a penalização.

LEIA MAIS:
Irritado, Verstappen ameaça dar cabeçadas em jornalistas
Toro Rosso procurou McLaren para contar com Lando Norris
GP do Canadá de F1 será exibido ao vivo pelo Sportv
Confira a programação do GP do Canadá de F1

“Atualmente, não. Já me disseram que não há punição. Se algo acontecer amanhã nos treinos e formos forçados a mudar alguma coisa, então eu receberei uma punição, mas por enquanto nós temos peças suficientes para rodar e se funcionar de forma confiável, então vamos fazer todo o final de semana”, disse Ricciardo, em declaração dada aos jornalistas presentes ao circuito Gilles Villeneuve.

Apesar de não acreditar sofrer uma punição neste final de semana, o terceiro colocado do campeonato mundial espera ser punido pela troca do MGU-K no GP da França, prova que acontece daqui há duas semanas em Paul Ricard. Ricciardo espera conseguir levar a peça até a próxima etapa, que marca o retorno do circuito de Le Castelet ao calendário da principal categoria do automobilismo mundial.

“Sim, eu acho, pode acontecer em Paul Ricard. Quando vi que poderia ser aqui, disse que aceitaria que viesse na França, mas não aqui. Prefiro cumprir a punição em qualquer outro lugar”, completou Ricciardo.

Foto: Red Bull Content Pool


[fbcomments url="http://racingonline.com.br/formula-1/ricciardo-busca-evitar-punicao-por-troca-do-mgu-k-no-canada/" count="off" num="10" ]