Renault se vê atrás de Red Bull e McLaren neste ano

Autor: Leonardo Marson


Time espera diminuir distância para Red Bull e McLaren neste ano. (Foto: Renault F1)

A Renault não espera superar Red Bull e McLaren, equipes que utilizam os motores franceses, nesta temporada da Fórmula 1. Apesar dos avanços do time de Enstone em 2017, Cyril Abiteboul, chefe da Renault, vê sua escuderia brigando com os times clientes apenas no ano que vem.

Apesar de admitir ver Red Bull e McLaren andando melhor, o dirigente quer que a Renault diminua a diferença em relação as duas equipes. Assim, segundo Abiteboul, os franceses terão chances de superá-los em 2019.

“Nós sabemos que temos um déficit substancial em relação à Red Bull quanto o chassi, aerodinâmica e plataforma mecânica”, disse Abiteboul em entrevista so site americano Motorsport.com.

“Conhecemos muito bem a Red Bull e eles são uma referência fantástica. Acredito que tenham um dos melhores chassis, senão o melhor. Vamos ver como eles chegam neste ano”, seguiu o dirigente.

“A McLaren é um pouco mais desconhecida para nós, pois tinham um chassi e um motor diferentes, bem como outros pilotos. É complicado comparar, mas vai ser uma referência interessante. Acredito que seremos capazes de igualar-los com o decorrer do ano”, explicou.

“Dito isso, são equipes muito estáveis, bem estruturadas, organizadas e respaldadas financeiramente. Nós, porém, estamos crescendo, ainda caminhando para consolidar nossa própria equipe. Creio que não podermos nos igualar a eles antes de 2019, apesar de gostar que a diferença caia neste ano”, disse Abiteboul.

Foto: Renault F1


Comentários