Responsive Menu
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Pérez admite que situação da Force India é crítica

Autor: Leonardo Marson


Sergio Pérez admitiu que a situação da Force India é crítica. Um dos entrevistados na coletiva realizada nesta quinta-feira (26) em Hungaroring, circuito que recebe o Grande Prêmio da Hungria de Fórmula 1, o mexicano diz que a falta de recursos atrapalha o desenvolvimento do time na atual temporada. Apesar disso, a equipe consegue demonstrar potencial, aparecendo na quinta posição do Mundial de Construtores.

LEIA MAIS:
Bottas nega ser segundo piloto de Hamilton
Pirelli revela pneus para o GP do Brasil de Fórmula 1
McLaren anuncia James Key como diretor-técnico
Hungaroring erra nome de Hamilton em homenagem

“Bem, no momento a situação é crítica. Não há segredo de que os problemas financeiros detiveram a equipe um pouco. Mas quando você olha para os resultados – porque a Fórmula 1 é apenas sobre os resultados – estamos em quinto no campeonato de construtores, e você não pode imaginar os problemas financeiros que tivemos até agora. Apenas mostra o potencial que esta equipe tem”, disse Pérez.

Pérez diz não ter pressa para definir seu futuro na Fórmula 1, mesmo querendo definir sua situação durante as férias de verão da principal categoria do automobilismo mundial. Apesar disso, espera da Force India uma posição clara para saber se precisará encontrar outra equipe ou não.

“Gostaria de ver o que acontece nas próximas semanas, meses e o que acontecerá com a equipe, porque acredito que é um time grande. Não estou com pressa, porque sei que estou em uma boa posição. Mas quanto mais cedo, melhor. Há também um ponto sobre quanto tempo você pode esperar para se decidir. Acho que agora, durante as férias de verão, eu terei uma boa ideia do que está acontecendo aqui. Então poderei tomar uma decisão clara”, completou o mexicano.

A Force India se vê em uma série de rumores. De acordo com a revista alemã Auto Bild, no início desta semana, a equipe será comprada por Lawrence Stroll, pai de Lance Stroll. Já o site GloboEsporte.com afirma que o time precisa encontrar um comprador até o domingo, dia do GP da Hungria. Caso contrário, precisará declarar falência para que um administrador judicial tente resolver a situação do da equipe em até 30 dias. Neste caso, o pai do piloto da Williams seria um dos investidores.

Foto: Force India


Racing Online

Racing Online

error: Conteúdo protegido!