McLaren recebe investimento de R$1 bi de pai de piloto da F2

Autor: Leonardo Marson


Investimento chegará à McLaren a partir de 2019. (Foto: McLaren)

O McLaren Group anunciou nesta segunda-feira (21) seu novo sócio. Trata-se do iraniano Michael Latifi, pai de Nicholas Latifi, piloto da Fórmula 2 e protegido da Force India na Fórmula 1. O empresário se torna, assim, o primeiro investidor da equipe após o desligamento de Ron Dennis.

LEIA MAIS:
Jean Todt pretende consultar pilotos sobre traçado de Miami

O investimento foi feito através da Nidala Limited, empresa baseada nas Ilhas Virgens Britânicas, e pera os 200 milhões de libras, ou 995 milhões de reais. Assim, Michael Latifi se une aos outros dois acionistas do McLaren Group, Mansour Ojjeh e o grupo Mumtalakat, do Bahrein.

“Sou um admirador da marca McLaren e de seus negócios há um tempo. A McLaren é uma organização única no ramo automotivo, de competição e de tecnologia, com possibilidades empolgantes de crescimento em longo prazo. É por isso que fiz este investimento. Estou orgulhoso em fazer parte da McLaren e desta marca incrível”, disse Latifi.

“Essa injeção de capital é um voto de confiança em nossa estratégia para o futuro, e o grupo permanece focado como nunca em se posicionar para crescer. Estamos satisfeitos por Michael Latifi se juntar à família McLaren”, comentou Shaikh Mohammed bin Essa Al Khalifa, diretor-executivo da McLaren.

De acordo com a McLaren, o investimento estará disponível à empresa a partir do próximo ano.

Foto: McLaren


[fbcomments url="http://racingonline.com.br/formula-1/mclaren-recebe-investimento-de-r1-bi-de-pai-de-piloto-da-f2/" count="off" num="10" ]