Responsive Menu
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Antonio Giovinazzi

Giovinazzi mira Sauber no quarto lugar entre construtores

Autor: Leonardo Marson


Novo titular da Sauber na Fórmula 1, Antonio Giovinazzi disse que a equipe suíça possui pretensões altas para a temporada deste ano, que terá início no dia 17 de março com o Grande Prêmio da Austrália. De acordo com o italiano, o time pretende lutar pelo quarto lugar no Mundial de Construtores, desafiando equipes como a Renault e a Racing Point, que terminaram neste posto nos últimos três anos.

LEIA MAIS:
Alonso pode participar de pré-temporada da F1, diz jornal
Mercedes revela data de apresentação do W10
F1 terá evento de lançamento da temporada na Austrália
Ecclestone aposta em Kubica “mais forte” em retorno à F1

Nas temporadas passadas, a Sauber tem sofrido muito no campeonato de equipes. Desde 2013 o time de Hinwil não consegue passar do oitavo lugar no Mundial de Construtores. Mais do que isso, foi a décima colocada em três oportunidades neste período: 2014, 2016 e 2017. Desde o ano passado, a equipe é apoiada pela Alfa Romeo (Ferrari), terminando 2018 com o oitavo lugar, à frente de Toro Rosso e Williams.

Apesar de o histórico não indicar que a equipe possa ter uma ambição desta, Giovinazzi crê que o relacionamento mais próximo com a Ferrari, que propiciou no reforço do corpo técnico da equipe, aliado a chegada dele próprio e de Kimi Räikkönen, que deixou a equipe de Maranello no ano passado, podem fazer com que a Sauber brigue na parte de cima da tabela, mas não sem dificuldades.

“Acho que será uma meta realmente alta para a Sauber ser a quarta equipe. A Renault está muito forte, será muito forte no próximo ano também com seus pilotos. Então, não sabemos ainda. Teremos um carro diferente, então veremos. A meta, com certeza, é ser a melhor do resto, mas é uma meta muito alta. Vamos tentar”, disse Giovinazzi, em entrevista ao site RaceFans.

Em apenas uma oportunidade a Sauber terminou o Mundial de Construtores na quarta posição. Em 2001, quando tinha Nick Heidfeld e Kimi Räikkönen como titulares, o time suíço somou 21 pontos, sendo superada apenas por Ferrari, McLaren e Williams.

Foto: Sauber


Racing Online

Racing Online

error: Conteúdo protegido!