Responsive Menu
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Force India aumenta segurança da equipe para o GP do Brasil

Autor: Leonardo Marson


A Force India terá um esquema de segurança especial para o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1, prova que acontece no Autódromo de Interlagos, em São Paulo (SP), neste domingo (11). O motivo para esta decisão é a falta de segurança que assustou o circo da principal categoria do automobilismo mundial no ano passado, quando assaltos aconteceram contra membros da Mercedes, e, posteriormente, o cancelamento dos testes que a McLaren faria no circuito paulistano.

LEIA MAIS:
McLaren confirma Sette Câmara como piloto de desenvolvimento

“Nós trabalhamos com os promotores, as autoridades locais, a polícia e aparentemente eles vão ter uma presença muito maior. Eles vão entender nossos horários de chegada e saída para que estejam presentes nas horas apropriadas. A polícia não volta cedo para casa e então nós saímos. É um esforço muito maior”, disse Otmar Szafnauer, chefe do time inglês, ao site americano RaceFans.

“Nós tivemos sorte de que nada aconteceu conosco ao longo dos anos, mas levamos isso com seriedade. Tomamos precauções que outras equipes não tomaram no passado. Até aqui, seja por sorte ou juízo, estamos ok. Mesmo assim, vamos ficar mais atentos agora após o que aconteceu com a Mercedes ano passado”, seguiu o dirigente da Force India, que revelou não ter equipamentos ou veículos identificados com a marca da equipe.

“Nossos ônibus não têm adesivos neles, todas as credenciais de estacionamento são removíveis, nada de Force India escrito. Não usamos nossos uniformes nos ônibus, só roupas normais. Fazemos tudo para evitar atenção e atração. Ou isso está funcionando, ou tivemos sorte até aqui”, completou Szafnauer.

Ano passado, Membros da Mercedes sofreram um assalto quando deixavam o autódromo paulistano. No sábado, o policiamento no entorno da praça esportiva aumentou, mas não o suficiente para evitar uma tentativa de assalto contra Ruth Buscombe, estrategista da Sauber. Uma equipe da Pirelli também sofreu com a violência na cidade, em ação que forçou o cancelamento de um teste de pneus que a McLaren faria em Interlagos.

Foto: Force India


Racing Online

Racing Online

error: Conteúdo protegido!