Responsive Menu
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Dinamarca adia plano para receber GP de F1 em 2020

Autor: Leonardo Marson


Único piloto dinamarquês do grid atualmente é Kevin Magnussen. (Foto: Haas)

Depois de muitos rumores sobre a realização de um Grande Prêmio de Fórmula 1 na Dinamarca, as negociações para uma corrida nas ruas de Copenhague pararam de avançar. A negativa aconteceu por parte do país localizado no norte europeu, após a atual prefeita da capital dinamarquesa, Ninna Hedeager Olsen, considerar “irreal” o evento em 2020.

LEIA MAIS:
Red Bull crê em Honda equiparada a Renault até o fim do ano
Max Verstappen não se preocupa com jogos mentais na F1
Pirelli crê em duas paradas nos boxes no GP da Austrália
Grosjean admite desejo de correr em Le Mans neste ano

De acordo com Olsen, as conversas com o Liberty Media, grupo que controla atualmente a maior categoria do automobilismo mundial, foram positivas. Apesar disso, a prefeita precisou paralisar as conversas, alegando problemas de logística para a realização da corrida.

“A organização de um evento como a Fórmula 1 é muito extensa e requer muitos recursos que são completamente irreais para Copenhague para 2020”, disse Olsen, em entrevista ao jornal dinamarquês Politiken. Minha administração estima que a Fórmula 1 poderia afetar o centro da cidade por até nove semanas. Isso é inaceitável, obviamente”, completou.

Copenhague era considerada uma das prováveis sedes de GPs de Fórmula 1 para as próximas temporadas. A curto prazo, o Liberty Media planeja levar corridas para Miami, Hanói, e Buenos Aires. É possível que a capital vietnamita e a cidade americana recebam corridas já a partir do ano que vem, enquanto a capital argentina seja sede de um GP em 2020.

Foto: