Batido por Ricciardo, Bottas lamenta segundo lugar na China

Autor: Leonardo Marson


Bottas ainda precisou segurar o ataque de Kimi Räikkönen para ser o segundo colocado. (Foto: Getty Images)

Valtteri Bottas lamentou terminar na segunda colocação o Grande Prêmio da China de Fórmula 1, disputado na madrugada deste domingo (15) no Circuito Internacional de Xangai. O finlandês não conseguiu impedir o avanço de Daniel Ricciardo, que tinha pneus mais novos e mais velozes na parte final da corrida, e perdeu a liderança na 45ª das 56 voltas da corrida.

LEIA MAIS:
Ricciardo acerta estratégia, escala pelotão e vence na China
Ricciardo celebra vitória inesperada na China

O piloto da Mercedes superou Sebastian Vettel após o alemão fazer sua parada nos boxes na volta 21, e assumiu a liderança da prova depois de Kimi Räikkönen trocar pneus no 28º giro. Porém, a bandeira amarela provocada por Pierre Gasly e Brendon Hartley na volta 32, e a colocação de pneus macios por Daniel Ricciardo permitiu ao australiano superar o finlandês, jogando-o para o segundo lugar

“Fizemos um ótimo trabalho. O pit stop foi absolutamente perfeito. Perdemos a vitória no final, ainda éramos o primeiro carro a fazer apenas uma parada, o que era bom. O sentimento inicial é de decepção porque a vitória escapou”, disse Bottas, logo após o encerramento da corrida em Xangai. O finlandês disse ainda ter dado azar por conta do momento em que o Safety Car entrou na pista.

“Quando o Safety Car apareceu. Nós já tínhamos passado da entrada do pit, Seb e eu, então estávamos com um pouco de azar. Nós não tínhamos o que decidir”, completou Bottas.

Foto: Getty Images


Comentários