Responsive Menu
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Will Power

Power derruba Newgarden e garante pole em São Petersburgo

Autor: Leonardo Marson


Will Power conquistou neste sábado (9) a pole position para o Grande Prêmio de São Petersburgo, etapa de abertura da temporada 2019 da Indy. O australiano da Penske mostrou força na classificação realizada nesta tarde no circuito montado nas ruas da cidade localizada na Florida, liderando a segunda fase e o Fast Six, quando marcou 1min00s4595, garantindo a posição de honra no grid.

LEIA MAIS:
Indy: Hunter-Reay garante melhor tempo do TL3 em St. Pete
Hunter-Reay comanda segundo treino da Indy em St. Pete
Rosenqvist lidera primeiro treino da Indy em São Petersburgo

A segunda colocação ficou com Josef Newgarden, que acabou a sessão com um tempo 0s0976 pior em relação ao de Power, seu companheiro de equipe na Penske. A segunda fila contará com Felix Rosenqvist, que faz sua estreia na Indy, e Scott Dixon, o atual campeão. Os dois companheiros na Chip Ganassi terão logo atrás no grid dois pilotos da Andretti, time que viu Ryan Hunter-Reay ficar na quinta posição, e Alexander Rossi na sexta.

Entre os pilotos que não se classificaram para o Fast Six, o melhor foi Felix Rosenqvist, que em sua estreia na Indy largará em sétimo com o carro da Chip Ganassi. Jack Harvey, da Meyer Shank, parte em oitavo, enquanto Charlie Kimball, da Carlin, e James Hinchcliffe, da Schmidt Peterson, formam a quinta fila. Graham Rahal, da Rahal Letterman Lanigan, larga em 11º, enquanto Ben Hanley, da DragonSpeed, fecha o top-12.

Os brasileiros largarão do final do pelotão em São Petersburgo. Tony Kanaan praticamente não teve tempo de andar no Grupo 1, já que Marco Andretti e Santino Ferrucci provocaram bandeiras vermelhas. Na Indy, o relógio não para durante as interrupções, e o brasileiro da AJ Foyt não registrou tempo, e largará apenas da 21ª posição. Matheus Leist foi o 11º no Grupo 2 e largará da 22ª posição com o outro carro da Foyt.

O Grande Prêmio de São Petersburgo da Indy será disputado neste domingo (10), a partir das 14h30, pelo horário de Brasília. A corrida terá transmissão da TV Band, do Bandsports e do DAZN.

Confira como foi a classificação

Q1 – Grupo 1
O primeiro grupo de pilotos a visitar a pista sofreu com paralisações e o regulamento da Indy. Logo no começo da sessão, Marco Andretti ficou parado na saída dos boxes, provocando a bandeira vermelha e abandonando a classificação. Nesta situação, porém, os dez minutos para que os pilotos registrem tempo não são paralisados. Quando a pista foi liberada, Charlie Kimball anotou 1min02s9944 com a Carlin.

Quando a sessão se encaminhava para o final, foi a vez de Santino Ferrucci acertar a barreira de pneus, provocando nova bandeira vermelha. Assim, Kimball foi o mais rápido mesmo com um tempo alto. Hinchcliffe, Rossi, Rosenqvist, Hanley e Newgarden também se classificaram para a segunda rodada da classificação, enquanto Simon Pagenaud, Ed Jones, Tony Kanaan e Sébastien Bourdais foram eliminados, além de Andretti e Ferrucci.

Q1 – Grupo 2
O segundo grupo de pilotos começou com uma disputa pelo melhor tempo entre Power e Herta, com vantagem para o novato até a metade da atividade. Matheus Leist se colocou no quinto posto neste instante, antes de os pilotos visitarem os boxes para a última tentativa de volta rápida na sessão no traçado localizado nas ruas de São Petersburgo.

Dixon, então entre os eliminados, rodou quando tentava uma volta rápida, e retornou à frente de Leist. Na sequência, Hunter-Reay assumiu a ponta ao marcar 1min00s1548, deixando Herta para trás. Além dos dois, se classificaram Rahal, Power, Harvey e Dixon, que se aproveitou de uma punição contra Takuma Sato para avançar à segunda rodada. Além do japonês, foram eliminados Zach Veach, Spencer Pigot, Marcus Ericsson, Matheus Leist e Max Chilton.

Q2
A segunda rodada da classificação foi das mais equilibradas, e apresentou diversos pilotos na ponta da folha de tempos. Primeiro, foi Hunter-Reay quem se colocou na primeira posição, sendo logo superado por Herta, que manteve o primeiro posto até o momento em que os pilotos foram aos boxes.

Na última tentativa de volta rápida, Dixon se colocou na ponta, mas logo foi superado pelos pilotos da Penske. Primeiro, por Power, e depois por Newgarden, que marcou 1min00s2003, garantindo o melhor tempo. Herta ainda se colocou em terceiro, mas foi punido com a perda das duas melhores voltas por uma interferência, e acabou eliminado. Hunter-Reay, Dixon, Rossi e Rosenqvist avançaram ao Fast Six.

Q3
A fase final começou com Dixon fazendo o melhor tempo, mas o neozelandês logo foi superado por Rosenqvist. Quando a classificação se encaminhava para o final, Newgarden tomou a ponta, mas, com o cronometro zerado, Power anotou 1min00s4594 e garantiu a pole position.

Foto: IndyCar


Racing Online

Racing Online

error: Conteúdo protegido!