Responsive Menu
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Motor Chevrolet equipará McLaren de Alonso na Indy 500

Autor: Leonardo Marson


A McLaren anunciou na manhã desta terça-feira (4) uma parceria com a Chevrolet para que um motor da marca americana equipe o carro que o time de Woking terá nas 500 Milhas de Indianápolis de 2019, com pilotagem de Fernando Alonso. A fabricante venceu três edições da prova desde que retornou à Indy, em 2012, incluindo a corrida deste ano, com Will Power.

LEIA MAIS:
Alonso disputa as 24 Horas de Daytona ao lado de Kobayashi
Alonso deixa F1 com “zerinhos” e homenagens de campeões

“Será um privilégio estar com a marca da gravata na Indy 500 de 2019. Ter o motor Chevrolet atrás de mim significa que nos colocamos na melhor posição possível para competir na frente”, disse Alonso, que relembrou do teste que fez com um carro da Nascar recentemente, pilotando um Chevrolet SS que, no campeonato americano, tem como titular Jimmie Johnson.

“Eu tive o gosto de experimentar a força do motor Chevy na semana passada, com o carro de Nascar de Jimmie Johnson, e eu gostei disso. A oportunidade de competir em qualquer Indy 500 é uma honra, então estou orgulhoso em ter a Chevrolet como parte da equipe”, completou o espanhol, que encerrou a carreira na Fórmula 1 após o GP de Abu Dhabi, deixando a categoria com dois títulos mundiais.

Jim Campbell, vice-presidente de performance e competições da Chevrolet, também se mostra empolgado em ver a McLaren oferecer para Alonso um carro equipado com um motor da fabricante. O dirigente aproveitou ainda para relembrar parcerias entre a marca e a equipe inglesa em outras categorias no passado.

“Ter uma parceria com Fernando Alonso e com a McLaren para as 500 Milhas de Indianápolis do ano que vem é animador. Fernando traz um talento incrível e uma paixão pelo esporte e por vencer as maiores corridas do mundo. Quando Fernando está na pista, temos eletricidade. Ele gera empolgação entre os fãs de todo lugar”, disse Campbell.

“A Chevrolet e a McLaren possuem história desde os anos 60, então será especial ter parceria com a McLaren nas 500 Milhas de Indianápolis de 2019”, completou o dirigente, se referindo uma parceria para a disputa da Can-Am Series, que durou sete anos. Entre 1968 e 1970 a dobradinha chegou a vencer 23 provas seguidas.

Quando correu a prova em 2017, Alonso defendeu a Andretti Autosport, time que utilizava motor Honda. Os japoneses também forneciam motores para a McLaren na Fórmula 1 naquela época.

Foto: IndyCar


Racing Online

Racing Online

error: Conteúdo protegido!