Hunter-Reay triunfa em Detroit e volta a vencer na Indy

Autor: Leonardo Marson


Hunter-Reay não vencia na Indy desde o GP de Pocono de 2015. (Foto: IndyCar)

Ryan Hunter-Reay venceu na noite deste domingo (3) a segunda corrida do Grande Prêmio de Detroit, oitava etapa da temporada da Indy. O piloto da Andretti largou do meio do pelotão e escalou o pelotão, aparecendo pela primeira vez na liderança da corrida na volta 29. Depois, na parte final da corrida, o americano contou com um erro de Alexander Rossi para tomar a ponta definitivamente e garantir sua primeira vitória desde o GP de Pocono de 2015.

O momento chave aconteceu após a última parada nos boxes, feita por Hunter-Reay na 53ª das 70 voltas da prova. O dono do carro número 28 retornou na segunda posição, e viu o ritmo de Rossi cair giro após giro, principalmente a partir da 63ª volta. O veterano colou no ex-piloto da Fórmula 1 dois giros depois, e viu o companheiro de equipe passar reto em uma curva, e ter um pneu furado, despencando na classificação. Melhor para Hunter-Reay, que tomou a liderança e seguiu para a vitória.

A segunda posição ficou com Will Power, piloto da Penske que completou a prova 11 segundos atrás de Hunter-Reay. Ed Jones, da Chip Ganassi, fez uma boa corrida para terminar em terceiro, seguido por Scott Dixon, vencedor da prova de sábado e companheiro de equipe do emiratense. O grupo dos cinco melhores ainda contou com Graham Rahal, da Rahal Letterman Lanigan.

Robert Wickens, que chegou a liderar a prova por algumas voltas, fechou a corrida em sexto, logo à frente de Tony Kanaan. O piloto da Foyt fez ótima corrida de recuperação para sair da 22ª posição para o sétimo posto, depois de chegar a ocupar o terceiro lugar durante uma rodada de paradas nos boxes. Charlie Kimball foi o oitavo com a Carlin, enquanto Marco Andretti, da Andretti-Herta, e Simon Pagenaud, da Penske, fecharam o top-10.

Matheus Leist fez uma corrida combativa, mas terminou em 14º com o outro carro da Foyt. O gaúcho se mostrou rápido durante a prova, e chegou a aparecer na sétima posição durante a corrida, mas acabou atrapalhado por Sébastien Bourdais, que rodou e ficou lento à sua frente. Neste momento, o novato aparecia em nono, e despencou para a 12ª colocação após o bloqueio imposto pelo francês da Dale Coyne.

A corrida contou com apenas uma bandeira amarela, forçada por um acidente com Spencer Pigot logo na primeira volta. Santino Ferrucci bateu e danificou a asa dianteira do carro, enquanto Bourdais rodou forte, e teve que visitar os boxes com problemas. O momento mais bizarro, porém, ocorreu antes da largada, quando o piloto do Pace Car perdeu o controle e bateu contra o muro, atrasando a corrida em 45 minutos.

A temporada da Indy terá sequência já no próximo sábado (9), quando acontece a Texas 600, no circuito oval de 1,5 milha de Fort Worth.

Foto: IndyCar


[fbcomments url="http://racingonline.com.br/f-indy/hunter-reay-triunfa-em-detroit-e-volta-a-vencer-na-indy/" count="off" num="10" ]