Responsive Menu
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Cuidando da água

Autor: Chico Lelis


Poucos sabem, mas o Rio da Prata, aquele que ganha fama quando chega à Argentina, nasce aqui no Brasil, mais exatamente na pequena e bela Santo Antônio do Pinhal, na Serra da Mantiqueira, onde neste terrível verão, tem noites deliciosamente frescas. Além do Prata, a Mantiqueira é responsável pelo abastecimento de água para 5 milhões de pessoas na capital paulista, por intermédio do sistema Cantareira.

LEIA MAIS:
O xixi foi o culpado
A molecada gostou
Um telefonema atrevido
Salvando o peixe-boi

Esta é uma das razões para a Fundação Toyota apoiar o Projeto Águas da Mantiqueira vem sendo desenvolvido em Santo Antônio do Pinhal, que tem por objetivo a conservação das 10 bacias hidrográficas do município cuja região abriga uma das maiores reservas de água mineral em todo o mundo. Levantar a biodiversidade da área, visando promover  a conservação por intermédio do planejamento territorial e desenvolvimento socioeconômico de forma sustentável das comunidades.

José Roberto Manna, coordenador do projeto pela Fundespag (Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa do Agronegócio), parceira da Fundação Toyota do Brasil nessa empreitada, explica que a participação da população nas discussões é fundamental para o sucesso do projeto: “Nosso objetivo é dar poder à comunidade, para auxiliar a prefeitura com informações importantes para o desenvolvimento do trabalho diário do município”.

Ele destaca que a prefeitura vem “direcionando o planejamento territorial, respeitando as características ecológicas das áreas naturais do município, que é fundamental para a conservação da biodiversidade e a continuidade do abastecimento de milhões de pessoas que dependem das águas da Mantiqueira”.

Até o Rio de Janeiro

Além de outras cidades atendidas pelas águas da Mantiqueira, , como  Sorocaba, São José dos Campos e a região metropolitana do Rio de Janeiro. Isto porque, apesar de não nascer na Mantiqueira, o Rio Paraíba do Sul ao passar pela região aumenta o seu volume d´água e segue vale abaixo, para abastecer a região metropolitana do Rio de Janeiro.

* Com a colaboração de Joel Leite, do ECO Informe. 


Racing Online

Racing Online

error: Conteúdo protegido!